Tratamento para varizes

É comum em clínicas e consultórios o relato de pacientes com dores por causa das varizes. O problema atinge diferentes grupos da população mundial e exige cuidado e abordagem adequados para que não ocorram complicações mais sérias. Mas, afinal, qual o melhor tratamento para varizes?
Na verdade, o recurso terapêutico ideal varia de acordo com o grau de varizes e os resultados que cada pessoa almeja alcançar. O fato é que as opções disponíveis ajudam a minimizar ou, até mesmo, eliminar o problema e os incômodos causados por ele.
Devemos ressaltar que 45% das mulheres a partir dos 30 anos sofrem com varizes, de acordo com uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). Essa estatística comprova a necessidade de buscar soluções para ter uma melhor qualidade de vida!
Se você quer entender melhor sobre o tratamento para varizes, continue a leitura deste artigo e saiba quais são as alternativas mais eficazes para combater o problema!

Laser

O tratamento a laser é uma técnica eficiente para a eliminação das varizes doentes. Trata-se de um método minimamente invasivo, logo, o procedimento não requer cortes ou perfurações profundas.
Esse tipo de tratamento é feito por meio de uma máquina que emite luz, e o número de sessões varia de acordo com o avanço das varizes. O objetivo é atingir as veias doentes, que não têm mais nenhuma função no organismo. Com o aparelho, é possível tratar vasos de até 3mm e desativá-los com o auxílio do equipamento especializado.
Ao optar por esse recurso, o paciente sente menos dor em comparação com abordagens mais invasivas, como a cirurgia. No dia seguinte ao procedimento, ele pode seguir com sua rotina normal e desempenhar tarefas como dirigir e trabalhar. Por isso, esse tratamento para varizes oferece vantagens em relação aos métodos cirúrgicos convencionais, em que a recuperação costuma ser mais lenta.
É importante ressaltar que há dois tipos de tratamento a laser disponível no mercado e com objetivos diferenciados. O Endolaser, que não foi citado anteriormente, é feito por meio de um aparelho distinto e é indicado para tratar a veia safena.
Quanto aos cuidados após o procedimento feito com laser é recomendado evitar a exposição ao sol para evitar o surgimento de manchas no local. Além disso, o uso de filtro solar é essencial para proteger a pele!

Cirurgia

Com o avanço da tecnologia, alternativas menos invasivas estão sendo procuradas em vez das cirurgias. No entanto, as intervenções cirúrgicas são indicadas por alguns especialistas.
Por meio do procedimento cirúrgico, as veias comprometidas são retiradas porque já não colaboram para o bom funcionamento venoso. Logo, os pacientes que se queixam de sintomas prejudiciais as suas atividades diárias, como inchaço nas pernas, dificuldade para caminhar e dor constante, são os mais propensos a passar pela cirurgia.
Contudo, é preciso realizar uma avaliação com um angiologista para se certificar de que esse é o tratamento para varizes mais indicado. Após a cirurgia, a recuperação envolve repouso, devendo o paciente evitar atividades que exijam esforço. Além disso, o uso de meias de compressão é um das recomendações para garantir um resultado bem-sucedido.

Escleroterapia guiada com espuma

Esse tipo de tratamento também é uma excelente forma de amenizar as varizes e alcançar um bom resultado sem recorrer à cirurgia convencional. A utilização da técnica já é conhecida por vários especialistas da área, por conta da eficiência e da praticidade do procedimento. Por isso, tem sido usada como substituição da cirurgia, pois além de não ser invasiva, o resultado apresentado é o mesmo que o método cirúrgico.
A escleroterapia eco guiada com espuma consiste na aplicação de injeção diretamente na veia afetada. O procedimento contribui para a aderência da espuma nos vasos sanguíneos, o que, por conseguinte, afetará a veia inoperante.
No procedimento, o médico responsável utiliza o ecodoppler, ou Ultrassom Vascular. Nele, é possível visualizar com clareza onde a espuma está dentro da veia, o que fornece uma análise minuciosa do quadro do paciente e precisão na hora da aplicação.
Portanto, trata-se de um tratamento para varizes minimamente invasivo e com bons resultados. O instrumento utilizado é uma seringa — a mesma empregada em injeções líquidas. Na maioria dos casos, a escleroterapia com espuma requer o uso de polidocanol, uma substância que dificilmente causa reações adversas no organismo.
Tal recurso é um meio alternativo à cirurgia principalmente por sua resposta satisfatória. Por esse motivo, ele é amplamente recomendado até para casos em que o paciente tem varizes mais grossas ou varicosas. Logo, se a pessoa não deseja realizar o procedimento cirúrgico, a fim de evitar perfurações profundas e uma lenta recuperação, optar pela escleroterapia eco guiado é uma boa escolha.
Ainda em relação à eficácia do tratamento, é possível observar uma mudança definitiva na visualização das varizes. Mas tudo dependerá de cada quadro clínico, devendo o médico especialista analisar a situação e dar um parecer ao paciente quanto aos resultados que ele pode obter.

Como escolher o procedimento ideal?

Sem dúvida, o tratamento para varizes é necessário, pois melhora a qualidade de vida do paciente, de forma a minimizar dores e evitar sérios problemas. Vale lembrar que entre as opções disponíveis, as principais são a escleroterapia eco guiada, o tratamento com espuma, o laser e a cirurgia.
Para entender qual dessas alternativas é a mais indicada, a consulta e o acompanhamento médico são essenciais. Afinal de contas, somente com o auxílio de um especialista, saberemos qual tratamento apresentará melhores resultados ao reduzir ou eliminar de vez as varizes, conforme cada caso. Avalie qual dessas opções oferece mais benefícios, como tempo de recuperação, resultado e objetivo do procedimento, já que como vimos ao longo do conteúdo, com o avanço da medicina já é possível tratar as varizes sem cirurgias invasivas.
É válido lembrar que os métodos apresentados acima são eficientes para as veias doentes e inoperantes, isto é, elas deixam de existir e causar incômodos. Contudo, novas varizes podem aparecer mesmo após a aplicação do tratamento, já que o problema é efeito de vários aspectos, como alimentação, peso e genética.
Agora, sim, você conhece quais são as opções de tratamento para varizes e para quem elas são recomendadas. Lembre-se de que para acabar com as dores, os incômodos e as coceiras decorrentes desse problema, bem como evitar sérios riscos à saúde mais à frente, é fundamental procurar por uma empresa séria especializada nesse segmento, a fim de recorrer ao método que mais atenda as suas necessidades.
E então, achou este artigo útil e relevante? Que tal, agora, conferir outro conteúdo para entender ainda mais sobre o assunto? Veja quais são as 7 informações que você precisa saber para tratar as varizes sem cirurgia!
[rock-convert-cta id=”92″]

Assine nossa newsletter!

Quer ficar por dentro das melhores dicas e conteúdos do blog?

Rolar para cima