Entenda as principais diferenças entre varizes e vasinhos

Com diversos pontos em comum, como o desconforto físico e estético causado nas pernas, as varizes e vasinhos podem ser confundidos em uma análise superficial. No entanto, as causas, sintomas e tratamentos dos dois problemas são diferentes e é importante saber diferenciá-los.
Vamos explicar agora, em detalhes, a importância de diferenciar as varizes e vasinhos, o que são cada um dos problemas, como é possível identificá-los corretamente e também suas principais causas e sintomas. Confira as informações abaixo e ótima leitura!

Saiba a importância de diferenciar varizes e vasinhos

É bastante comum que as pessoas confundam as varizes e vasinhos, já que ambos os problemas têm a mesma origem: ambos são causados pela dificuldade de circulação do sangue nas regiões afetadas pelos vasinhos e varizes.
Isso significa que, enquanto os vasinhos podem causar apenas desconforto estético, também podem indicar problemas maiores ou mesmo o surgimento de varizes, sendo importante prestar atenção nas possíveis causas e sintomas.

Entenda o que são varizes e vasinhos

Como dissemos, as varizes e os vasinhos são causados pelos mesmos fatores, sendo que o nome “vasinhos” é a forma popular como o problema é tratado, mas recebe o nome médico de doença venosa crônica grau 0 ou 1, já que se trata, na verdade, de varizes de pequeno calibre. Veja algumas dicas para entender melhor o que são varizes e vasinhos na lista abaixo:

  • como identificá-los corretamente: a principal diferença entre as varizes e vasinhos é o calibre da dilatação da veia, o que significa que as varizes são maiores e mais volumosas, enquanto os vasinhos são menores e apresentam menos inchaço;
  • quais são as causas: as varizes e vasinhos são causadas pelos mesmos fatores, como gravidez, excesso de peso, sedentarismo, ou seja, falta de exercícios físicos até mesmo ficar muito tempo em pé ou sentado, idade e hereditariedade.
  • quais os principais sintomas: os sintomas variam de acordo com a quantidade, a intensidade e o calibre de dilatação das veias, mas podem ser percebidas dores, inchaços, sensação de cansaço, peso nas pernas, manchas castanhas, queimação além das marcas visíveis na pele;
  • quais os tratamentos para cada caso: o tratamento para varizes e vasinhos varia de acordo com cada caso, número de veias dilatadas e também o calibre da dilatação.

Veja a importância de buscar um especialista para diagnóstico e tratamento

Como é possível perceber, em uma análise superficial é possível confundir a existências das varizes e vasinhos, mesmo com as dicas que apresentamos para identificá-los corretamente e com a análise dos sintomas mais comuns.
Por isso, para evitar que sejam adotadas práticas incorretas, é importante procurar um especialista vascular, em caso de dúvidas, para que ele possa realizar o diagnóstico correto e indicar se são varizes ou vasinhos ou os dois e também qual o tratamento mais adequado.
É possível amenizar os sintomas de varizes e vasinhos adotando hábitos saudáveis, como a prática de caminhada diária, evitando permanecer muito tempo em pé ou sentado na mesma posição, diminuindo o consumo de substâncias como o cigarro, álcool e excesso de alimentos e elevando as pernas e pés sempre que possível.
O que você achou de entender a importância de diferenciar varizes e vasinhos, como identificá-los corretamente, suas causas e sintomas e também os tratamentos mais indicados para cada caso? Aproveite sua visita em nosso blog e saiba também qual é o melhor tratamento para as varizes!

Assine nossa newsletter!

Quer ficar por dentro das melhores dicas e conteúdos do blog?

Rolar para cima