O que fazer para evitar varizes? Isso é mesmo possível?

Você sabe o que fazer para evitar varizes? Esse tipo de dúvida é relativamente comum entre os pacientes e é muito difícil encontrar uma resposta definitiva sobre o assunto no estágio atual do conhecimento sobre a doença. Infelizmente, não há um método preventivo eficaz. As veias contêm válvulas unidirecionais que fazem o sangue fluir para cima em direção ao coração quando estão funcionando normalmente. Alguns fatores levam as veias a se dilatar e as válvulas começam a falhar. As veias que não funcionam adequadamente são ditas “incompetentes” ou “insuficientes”. À medida que as veias se expandem, elas se tornam mais visíveis porque ficam mais próximas da superfície da pele, formando os padrões típicos das varizes e vasinhos. Um certo volume de sangue vai ficando estagnado na perna, sobrecarregando os capilares, favorecendo o edema, causando sintomas e desencadeando as alterações de pele.
São 08 os principais fatores de risco para o surgimento desse problema : obesidade, idade, fatores genéticos, sexo (mulheres de qualquer faixa etária são mais propensas que homens) falta de atividade física (sedentarismo). A gestação também pode ser um fator de risco para as varizes. As alterações hormonais da gravidez fazem com que as paredes das veias tornem-se inchadas e enfraqueçam. Fatores ocupacionais. Pessoas cujos empregos exigem ficar em pé ou sentados por longos períodos de tempo sem a oportunidade de andar ou se movimentar têm mais probabilidade de desenvolver a Doença Venosa Crônica do que as pessoas cujos empregos permitem mais movimento. Traumas, como quedas, grandes hematomas, cortes e incisões cirúrgicas podem favorecer o aparecimento de telangiectasias e varizes na região afetada.Felizmente, há tratamentos muito eficientes, como a escleroterapia com espuma.

O que fazer para evitar varizes?

O que podemos fazer para reduzir as chances de desenvolver esse problema? Há, sim, hábitos que podem fazer com que você drible alguns dos fatores de risco para as varizes retardando e atenuando os seus sintomas, o que proporcionará mais qualidade de vida. Mostramos quais são eles na sequência. Importante lembrar que a adoção de medidas devem contemplar a maior parte das sugestões. Estágios mais avançados da doença requerem também indicação de medicação para uso oral e local para a pele, bastante sofrida.

Beba bastante líquido

Tomar bastante água e outros líquidos não eliminará as varizes de uma pessoa, mas poderá atenuar o inchaço, sintoma trazido por esse problema. A hidratação adequada é um fator fundamental para estimular a circulação sanguínea, a oxigenação dos tecidos e até mesmo melhorar o aspecto estético da pele.

Pratique atividades físicas

O sedentarismo é um dos principais fatores que contribuem para a piora dos sintomas das varizes, além de estar diretamente relacionado, muitas vezes, à obesidade. Por isso, mexa o seu corpo! A panturrilha é nosso segundo coração. Quanto mais fortes os músculos da batata da perna , melhor capacidade para a sua circulação, menos inchaço e menos sintomas. Se você trabalha sentado, tire alguns intervalos a cada hora para caminhar por uns 3 minutinhos e também acostume-se a exercitar os tornozelos de forma a movimentar as panturrilhas.. Isso fará toda a diferença para a sua circulação.

Tenha uma alimentação saudável

A alimentação também está muito ligada as questões da obesidade , que também pode influenciar o desenvolvimento das varizes. Por isso, cuide bem dela: invista em pratos coloridos e abuse de alimentos saudáveis, que promovam o equilíbrio do organismo.

Faça drenagem linfática manual

A drenagem linfática manual é outro método bastante interessante para reduzir alguns sintomas das varizes . Ela consiste em uma espécie de massagem que estimula a circulação do sistema linfático. Peça a ajuda de seu médico para encontrar profissionais que a executem adequadamente!

Use meias elásticas

Um dos problemas das varizes está relacionado à incapacidade do corpo de bombear o sangue adequadamente de volta para o coração. Essa é uma das consequências da Doença Venosa Crônica, e uma das maneiras de reduzir esse quadro é a utilização de meias de compressão. Tanto o tipo de meia como o tamanho são específicas para cada estágio da doença. Seu médico é o profissional especialista neste assunto. Procure casas especializadas de forma que suas medidas sejam obtidas na hora da compra. São fatores imprescindíveis para que as meias funcionem confortável e adequadamente para você.

Consulte sempre um médico especialista

Por fim, se você sofre com varizes, a melhor estratégia a ser tomada é buscar o acompanhamento com um especialista no assunto. Apenas esse profissional poderá sugerir os melhores tratamentos e, claro, as mudanças de hábito que mais beneficiarão o seu caso em particular.
Agora que você já sabe o que fazer para atenuar os seus sintomas, não deixe de procurar um especialista caso note alguma evidência desse problema. Ele é perfeitamente tratável e controlável, evitando o avanço da doença para estágios finais com prejuízo significativo para a sua qualidade de vida.
Para mais informações sobre varizes, assine a nossa newsletter! Com ela, você receberá notificações constantes de novas postagens e não perderá nenhuma novidade que aparecer no blog da Spaço Vascular. Até a próxima!

Assine nossa newsletter!

Quer ficar por dentro das melhores dicas e conteúdos do blog?

Rolar para cima