Entenda como funcionam as meias de compressão e o por que elas são tão importantes

Lidar com as varizes nem sempre é fácil. Além dos efeitos negativos para a autoestima, elas são responsáveis por gerar uma série de desconfortos e, muitas vezes, dores intensas nas pernas. Nesse cenário, as meias de compressão surgem como importantes aliadas do bem-estar dos pacientes acometidos por esse problema. Você sabe como funcionam as meias de compressão?
Embora o uso das meias seja um tratamento sintomático, elas ajudam bastante na redução dos sintomas e no controle dos desconfortos causados pelas varizes. Além disso, são utilizadas como ferramentas auxiliares após procedimentos para melhorar os resultados obtidos com eles.
Mas, afinal, como elas funcionam? Quais são os principais tipos de meias de compressão e as vantagens de usá-las frequentemente ao longo do tratamento? A seguir, você descobrirá a resposta para todas essas perguntas. Boa leitura!

Como funcionam as meias de compressão?

As varizes, principal manifestação da Doença Venosa Crônica, são dilatações e tortuosidades das veias que fazem saliência na pele .
Estas veias dilatadas não conseguem levar o sangue de volta ao coração adequadamente. Ao usar meias de compressão, reduz-se o diâmetro da perna, melhorando a ação da musculatura, que ao se contrair comprime as veias e impulsionam o sangue para cima. Em resumo, as meias melhoram a performance do” coração venoso periférico”.
Elas também são muito utilizadas após a realização do tratamento de escleroterapia com espuma, fazendo com que os resultados positivos desse procedimento sejam potencializados.

Quais são os tipos de meia de compressão?

As meias de compressão foram classificadas segundo a pressão exercida sobre a pele da perna, então, eram de baixa, média e alta compressão. Como existem várias marcas de fabricantes diferentes , esta definição variava muito. Hoje em dia, classifica-se a meia pela medida da pressão exercida em milímetros de mercúrio(mmHg).
Há os seguintes tipos:

  • esportivas — a compressão varia entre 15 e 20mmHg;
  • Terapêuticas — a compressão pode variar :
  • 20 e 30mmHg para quem tem varizes e não tem inchaço;
  • 30 e 40mmHg para quem tem inchaço, manchas de pele e até feridas.
  • acima de 40mmHg — para pessoas que têm problemas de circulação mais severos, com inchaços resistentes aos tratamentos como linfedema.
  • prevenção trombose venosa profunda para pacientes em internações hospitalares ou acamados. A compressão varia entre 15 e 20mmHg.

A meia ideal para cada pessoa será recomendada por um médico especializado em varizes após uma consulta minuciosa e a realização de alguns exames complementares.

Quais são os benefícios de utilizar meias de compressão?

Agora, chegou o momento de descobrir quais são as vantagens do uso das meias de acordo com a recomendação médica. As meias atuais são bonitas, confortáveis e podem ser usadas em situações sociais tanto para homens como para mulheres. Após serem indicadas, procure casas especializadas para a compra. Vamos lá?

Melhora da circulação sanguínea

Como mencionamos, a compressão causada pelas meias ajuda muito no bombeamento do sangue venoso reduzindo o diâmetro da perna, melhorando o inchaço, a sensação de dor peso e cansaço .

Prevenção da trombose

Para pessoas que se encontram no grupo de risco de desenvolvimento de problemas como a trombose, o uso das meias é uma ótima forma de prevenção.
Ainda que não evitem o surgimento das varizes, elas são eficientes para retardá-lo ou prevenir a piora da condição.
Saber quais as meias disponíveis no mercado e quais as indicações para cada caso é fundamental para quem sofre com varizes. A informação e orientação do especialista evita erros e garante cuidados realmente eficientes para essa doença.
Para se informar bem e não perder nenhuma das novas postagens em nosso blog, assine a nossa newsletter. Até a próxima!

Assine nossa newsletter!

Quer ficar por dentro das melhores dicas e conteúdos do blog?

Rolar para cima